domingo, 17 de julho de 2011

10 razões para você NÃO comprar um Playstation 3

opinião

1) Hardware não confiável, pelo menos o do modelo FAT, você joga e fica preocupado a todo momento se o processador vai ou não fritar, de olho nas luzes amarelas da morte (YLOD);

2) 90% das versões multi-plataformas são piores que as do concorrente Xbox-360, tanto em gráficos (PS3 has no anti-aliasing), quanto em frame-rates. E olha que o PS3 foi lançado um ano depois, sendo teoricamente mais moderno que o produto da Microsoft;

3) Jogos e acessórios absurdamente caros;

4) A Sony não inova. A forma de se jogar Playstation é a mesma desde o PSX, inclusive o joystick, praticamente igual; as poucas melhorias aconteceram por conta da adição do rumble pad e dos analógicos (inclusões também copiadas das empresas rivais). Tenho certeza que teremos um modelo idêntico chamado dual-shock 4 na próxima geração e que o console se chamará Playstation 4;

5) O hardware é caríssimo; mesmo porque ele tem mil e uma funções: além de ser um videogame, roda DVD, blue-ray, música, faz cachorro quente; só não imprime dinheiro para pagarmos as doídas parcelas do cartão de crédito, pois tantas "utilidades" acabaram onerando demais o produto final.

ps3 fail

6) Jogos pouco inspirados. Na verdade este é um mal de toda esta geração, mas no Playstation 3 isso se evidencia ainda mais. Os custos de produção de um game atual equipara-se a um filme de Hollywood, logo, as produtoras tradicionais temem arriscar novas fórmulas, preferindo a mesmice. Graças a Deus temos as softhouses independentes para salvar a lavoura.

7) Rede online vulnerável a hackers, que além de prejudicar nossa jogatina santa de cada dia, comprometem nossos dados pessoais como o número do cartão de crédito, por exemplo.

8) Rede online menos eficiente que a do Xbox-360. A PSN sempre é lembrada pelas constantes e inoportunas lags.

9) Modelo SLIM capou a retro-compatibilidade, função que foi uma razões que me fez adquirir um PS3 FAT (que o burro aqui substituiu por um SLIM, após presenciar as malditas luzes amarelas, me obrigando a enfiar meus games de PS2 você sabe aonde).

10) Promessas não cumpridas pela Sony. Cadê os jogos a 120 FPS em 1080p???

Quer ler outras opiniões? Então clique aqui!

Siga @Tandrilion no Twitter!

38 comentários:

A retro compatilidade é uma coisa que foi capada tanto no PS3 slim qto no x360 slim . Essa gen realmente é a pior e não sei como melhorar essa coisa toda, sei lá . Amei as 10 razões e Salve seu Master System

Essa geração esta perdida manolo... Bons tempos era quando jogavamos nossos jogos sem problemas compatibilidade, sem problemas de que hackers roubem nossas informações, saudades da simplicidade...

Playstation 3 tem um ótimo processador (Cell), porém com difícil programação (o que eu chamo de efeito Saturn), enquanto o Xbox 360 - IBM Power PC é muito amigável para desenvolvimento. Além disso, sua placa gráfica (ATI Xenos) é um pouco superior em desempenho à GPU do PS3 (comparável a uma Nvidia GeForce 7800 GTX).
O aspecto técnico da quantidade de alcançar 120 seria boa de qualquer forma, mas não seria de todo impactante, devido à grande maioria dos seres humanos ter uma frequência visual de no máximo 25 fps. Fatores como maior atenção e saúde física dos olhos do usuário podem elevar a acuidade normal a níveis maiores, claro.

Parabéns pelo artigo e até à próxima, meu caro!

Video game foi feito para divertir,não para estressar ou causar preocupações!
Por isso passo batido por essa estranha geração, que alèm dos consoles custarem os "zóio da kara",com pouquíssimos jogos que valem a pena jogar,e com o suposto videogame multi-funcional poder literalmente derreter na sua sala, prefiro ficar me divertindo no pc e no meu console old-gen.
Realmente as geracões 8,16,32e 64 bits,foram muito mais felizes, utilizando os videogames apenas para sua principal função a que foram projetados,nos divertir!

@Ritalinando

É o Master do Nesbitt, kkkkkkkk!

@Administrador_Leonardo

Simplicidade, falou a palavra certa. Hoje os consoles de última geração (exceto o Wii), são complicados em tudo, para realizar os movimentos, um milhão de combinações e o aparelho faz coisas que vc nem usa.

@Robson Vieira

Sim, eu sei que 120 FPS pouco muda em termos de percepção. Mas a Sony prometeu coisas mirabolantes deste tipo e depois caiu na real e viu que seu hardware não tinha toda esta capacidade. Markenting fail na minha opinião. Obrigado pela visita amigo!

@Jorge Luiz

é bem este o espírito da coisa, parece que o objetivo principal de um videogame ficou em segundo plano. Abraço!

PlayStation 3? Aqui na roça ainda não chegou isso não, mas vou lembrar dos seus conselhos no futuro, hwa hwa hwa.

De todas essas razões, a única que realmente me incomodou foi a falta da retrocompatibilidade.

A rede não me incomoda, pois nunca conectei através do PS3. Pra jogar multiplayer prefiro chamar a minha noiva pra jogar ao meu lado em emocionantes disputas no Mortal Kombat.

Já as demais funções, principalmente o Blu-ray, acabaram pesando a favor do aparelho na hora de decidir comprá-lo. Eu fico com os jogos e o resto da família assiste os filmes em Blu-ray, ou ouve músicas através dele, então no fim das contas ficou bem equilibrado.

"8) Rede online menos eficiente que a do Xbox-360. A PSN sempre � lembrada pelas constantes e inoportunas lags."

Lembre-se que trata de uma rede gratuita, diferente da provida pelo X360 que deve pagar um valor mensal ou anual.

Ah sim, qdo fiz este post não quis dizer que o console é ruim, mas que poderia ser muito melhor. A Sony pisou muito na bola nesta geração, cometendo muitos erros graves que comprometem o divertimento.

Pra mim, é o seguinte (vale para X360):

- 9876 FPSs identicos;
- 1/2 duzia de jogos que possuem certa originalidade chamativa que possa valer a pena;
- trocentos JRPGs impressionantemente chatos, daqueles que se arrastam em meio as incontáveis horas de diálogo;
- um monte de jogos indie espetaculares disponíveis para venda via download.

Resumo: se existisse uma versão destes aparelhos mega hiper blaster slim pra se usar só o conteúdo baixável, eu compraria com certeza.

"quanto em frame-rates"
Não cheguei a comparar jogos do PS3 e Xbox360, mais por se tratar de um senhor Hardware fiquei chocado quanto a quantidade de SlowDowns do GTAIV. Ta ai um coisa que o pessoal já reclama desde o PS2, desenvolver jogos com o kit da SONY é um tortura.
Vantagem do Xbox360 no desenvolvimento XNA.
Quanto aos jogos convenhamos que todas as plataformas sofreram com a falta de originalidade e criatividade dos títulos. Sou dono de um WII o que ainda me faz querer um PS3 é do sempre Gran Turismo e alguns outros exclusivos ai.

Nostalgia= T-vírus, bando de zumbi q mora no passado e só critica o hoje. Emulador taí pra esse velhos do tempo do nes jogarem.

Disse isso pq é o vigésimo site q vejo só falarem mal dessa geração, como se a do" assopra cartucho" não tivesse problema tb.

@Sabat

Concordo!

@marlus

Todos os produtos têm algum tipo de problema, não existe console 100%, mas cá entre nós amigão, a Sony abusou dos erros nesta geração, né? Ou você considera o PS3 melhor que seus antecessores?

Na minha opinião, o maior problema da geração atual são os produtores de jogos.

Antigamente as empresas não tinham medo de experimentar e tínhamos jogos que quebravam os paradigmas da época. Hoje as empresas parecem presas às formulas que já se mostraram bem sucedidas no passado.

Não me lembro de nenhum RPG japonês realmente relevante, na atual geração (e até mesmo na anterior eles já não andavam com essa bola toda).

E a Sega que nos proporcionou maravilhas nas gerações 8 e 16 bits nunca mais conseguiu lançar nada que prestasse, exceto talvez pela série Yakuza (teve muita coisa boa no Saturn e no Dreamcast, mas esses morreram antes da hora).

A Capcom hoje em dia se vale mais da nostalgia dos fãs, seguindo a mesma fórmula dos anos 90, quando lançou infinitas versões de Street Fighter II e agora faz o mesmo com SFIV. Mesmo quando lança jogos realmente novos, dá pra sentir que falta alguma coisa como em Beatdown, Devil May Cry e Shadow of Rome.

Outro grande problema da geração atual são os DLCs, que ao invés de acrescentarem coisas legais aos jogos, se tornaram desculpa pras empresas lançarem jogos imcompletos para faturarem em cima depois.

Quanto ao problema do preço, realmente os jogos são caros, mas se formos colocar na ponta do lápis, pesam tanto no bolso quanto na época do Super Nintendo.

Uma fita de SNES custava uns 30 reais, numa época em que o salário mínimo era uns 70 reais. Hoje em dia um jogo de PS3 custa uns 100 reais e o salário mínimo tá batendo na casa dos 600.

Veja bem, não estou defendendo o preço, realmente É caro (tenho um PS3 com apenas 3 jogos e vai ficar assim pelo menos até o fim do ano), mas a coisa não mudou tanto assim desde os anos 90.

"Nostalgia= T-vírus, bando de zumbi q mora no passado e só critica o hoje. Emulador taí pra esse velhos do tempo do nes jogarem."

Beleza, marlus. Continua pagando de gatão com seu console ultramegafodástico de ultíssima geração que eu vou continuar aqui me divertindo com jogos de verdade, que já eram bons antes de vc nascer e vão continuar sendo depois da sua vida acabar. Se vc acha que retrogame não é bom, simplesmente não jogue. Só quero que vc me dê PROVAS REAIS de que a atual geração é a melhor, pois pra mim se isso fosse verdade não teríamos Super Mario 64 DS, Sonic Generations, Mortal Kombat 9, Super Street Fighter IV e mais uma TONELADA de jogos "velhos" na geração atual.

@Ygor

As empresas não arriscam porque o tempo e o custo para a produção dos jogos são altos e assim não correm riscos de perder todo um investimento.

Preferem manter as fórmulas que são certas e que vão atrair os fãs de longa data. Fã tb é uma coisa perigosa, já vi fã de Zelda defender até os jogos do Cd-i. Estes entusiastas consomem qquer coisa que tenha hype, mesmo que tenha qualidade duvidosa.

Seu comentário complementou bem o post, parabéns!

Caprichou, mestre Sandro! Lembrei de nosso papo outro dia no twitter sobre a mentira deslavada da Sony afirmando que seu console ia rodar jogos 1080p. Certo, Geometry Wars e mais uns dois da PSN... que lástima :P

@Eric Fraga

pois é Eric, prá quem prometeu tanto, né?

Sem querer ofender quem é extremista quando o assunto é games retrô. Veja bem, eu gosto muito dos games retrô, mas não sou bitolado por causa disso. Não vou parar no tempo para viver do retrô. Desculpem aqueles que venham a se ofender com a minha opinião, mas vamos as questões:


1-Resposta: O Play3 é bem mais confiável que aquela merda de XBOX 360 que vive dando pau, além do Play3 oferecer bem mais recursos. Se a pessoa acha do tipo: "meu master system funciona até hoje". Que recurso ele possui? Só roda jogo gente. É um hardware simples comparado aos de hoje.

2-Resposta: Esse fato de versões inferiores do Play3 em alguns games que são multiplataformas, para aqueles que realmente entendem do assunto, é que na maioria das vezes, as empresas produzem primeiro para o XBOX (por ser fácil de programar) e depois portam o jogo pro Play3 sem fazer as devidas melhorias que o console oferece e fica por isso mesmo. São conversões desleixadas. Mas ninguém comenta do Final Fantasy XIII que foi feito primeiro no Play3 e depois feito suado no X360, né.

3-Resposta: É caro pra quem não trabalha e só sabe fazer filhos (quem tem 5 ou 6 bocas pra cuidar é caro mesmo).


4-Resposta: Um dos melhores controles já criados, perfeito encaixe das mãos e botões bem posicionados. Quer coisa diferente? Vai jogar com o Wiimote ou espera até comprar um Wii U e jogar com o tijolo na mão. Totalmente anatômico deve ser aquilo.

5-Resposta: Engraçado que a mesma pessoa que reclama dessas "inúmeras" funções, na reclamação de número 9, reclamou que foi retirado a função de retrocompatibilidade com o PS2 (que era mais uma função), sendo que a mesma foi retirada para baratear o aparelho. Você se queima sozinho nessa questão. Se quer coisa barata compra o novo Master System ...

6-Resposta: Pô gente, o cara quer que as empresas façam jogos com pouco orçamento em uma plataforma que exige super produções! É um cretino mesmo. Esse quer viver de jogos padrões Angry Bird. Hahahahaha! Vá jogar jogos de celular.

7-Resposta: Nada, eu disse nada, é invulnerável a hackers, se os caras não vão com a cara, eles acabam com qualquer um mesmo.

8-Resposta: A única coisa que realmente tem razão, mas isso é sinal para "não" comprar um PS3?

9-Resposta: Se eu compro um PS3, é pra jogar PS3. Se quero jogar PS2, eu compro um PS2. Tão fácil.

10-Resposta: Falô olho biônico, você enxerga bem! Comparado com o que a Nintendo fez com a falsa liberdade de movimentos do Wii e o falso 3D do 3DS, eu estou MUITO feliz com a Sony.

E é só, podem atirar seus controles de Master system em mim agora.

Pra falar a verdade,as séries que eu mais gostava,Resident evil e Silent Hill,Ver essas séries indo para o fundo do poço,me faz querer deixar de jogar vídeo game!Nos dias de hoje essas empresas fazem jogos pensando em quanto vão lucrar,sm se preocupar com as histórias ridiculas que estão criando,Só vejo gráficos bonitos,nada mais!Saudades dos bons tempos de mega-drive,nintendo e outros mais.

@Retrogamer "Não" Bitolado

Você não precisava ser agressivo para expor sua opinião. Este post não representa a verdade absoluta, é apenas minha opinião e as pessoas têm o direito de discordar, mas não precisam xingar Deus e o mundo para isso.

Acho que você deveria fazer um curso de interpretação de texto, vamos lá, item 5) "O hardware é caríssimo; mesmo porque ele tem mil e uma funções: ALÉM DE SER UM VIDEOGAME, roda DVD, blue-ray..." Note que as palavras em caixa alta denotam funções ALÉM de videogame, ora, a retrocompatibilidade também é uma opção de jogos e não uma "utilidade" extra.

Talvez eu esteja perdendo tempo em responder suas palavras, na verdade a gente nem sabe com quem discute na internet, ainda mais quando escrevem aqui com perfis anônimos. Pelo teor de seus comentários você deve ser uma criança de uns 12 anos.

@Sandro "Tandrilion"

É a mesma coisa com o cinema. Tirando Avatar, não consigo me lembrar de nenhum grande Blockbuster recente que não seja adaptação ou remake.

Eita. hehe eu CURTI PACAS a opinião.
A atual geração realmente só encaram os gamers mente aberta(onde eu me incluo) pois os mais exigentes ou puritas nunca iram se contentar. Eu tenho o 360 no momento, e logo pegarei um ps3, mas devido apenas aos games exclusivo. No caso da geração em geral, tem muito mais que meida duzia de games bons.. eu mesmo tenho uns 20 (todos originais) que considero o supra sumo dos games da atualidade. O ps3 tem memso a maioria dos defeitos citados,tirando só o preço. Aqui em sp vc encontra versoes por 600 reais, e pra quem trbalha realmente nao é caro. Todo mundo tem smartphones MUITO MAIS CAROS que o pobre ps3. E se nao quiser originais, tem hd recheadas de games por aí por cerca de 200 reais. Então tudo depende d gosto mesmo.

Eu me divirto pacas no 360, mesmo sendo retrogamer assumidaço. Adoro jogar pacman dx quanto LA NOIRE. Então resumindo, eu nao culpo a geração de games, e sim os gamers. Graças a nós a atual geração é essa palhaçada de graficos sem história(tirando as exceçoes obvias) e "facadas" no lançamento.

A questão das falhas de hardware se devem justamente a essa "corrida armamentista" que as empresas travam, Lembro até hoje do canhão nos primeiros playstations.

Mas amigos, uma coisa eu falo, smpre haverão games que valem quaisquer sejam os consoles. Eu teria comprado o 360 so pra ter jogado a serie mass effect. ^^

Abrço a todos, e ÓTIMO POST SANDRO!, aguardo mais posts de opinião como esse!

@Ygor

Exatamente isso, os filmes com melhor conteúdo não são os Blockbusters. Para se achar um bom é preciso peneirar pelo cinema europeu e underground. Vou postar umas análises de filmes deste gênero por aqui.

@Nigazallucard©

Com certeza, todos os consoles têm suas pérolas, até o 3DO tinha, hehehehe.

Eu acho o PS3, assim como os outros consoles da geração, caros sim. Veja só quanto tempo demorou para que o preço do Ps3 baixasse, mesmo assim é preciso procurar bem para não ser explorado. Preço é uma coisa relativa, quando digo que o divertimento eletrônico não é barato, me refiro à media de renda do brasileiro, agora se uma pessoa ganha 10.000 por mês, tudo fica acessível.

Pessoal fala de jogo com produções caríssimas e sem criatividade e esquecem que existe por aí jogos como Braid, Limbo, Castle Crashers, Shadow Complex e muitos outros jogos legais...

Estamos vivendo a era de ouro nos videogames, tanto no ps3 quanto no 360... Mas os desinformados preferem idolatrar o passado!

@elcumba A era de ouro a qual vc se refere é a de jogos Indie? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

A Era de ouro é essa atual. Onde podemos jogar games de altíssimas produções como Uncharted 2, e jogos ousados e sem comprometimento de lucros como Braid!

Hoje temos de tudo na nossa mão, os melhores jogos de esportes, ação, plataforma e tiro... Além dos jogos antigos remasterizados em HD.

O problema é que vocês estão ficando velhos e os games já não mechem como antigamente!

@elcumba hummm. melhor em tudo, memorável, sei... então me explique o por que de a soma de consoles PS3 + X360 vendidos nesta geração não chegar nem perto do total de vendas de PS2 da geração passada... kkkkkkkkk e isso em números oficiais de venda, sem contar pirataria pq senão... ae perde de vista!

Mas isso que vc disse no fim é uma verdade: os games já não mechem mais conosco como antigamente. Mas o motivo é simples: somos mais exigentes, não nos contentamos com qualquer cópia genérica apenas por que possuem ótimos gráficos. Repito o que disse lá em cima pra você entender a minha opinião ^^: se existisse uma versão destes aparelhos mega hiper blaster slim pra se usar só para conteúdo baixável, eu compraria com certeza só pra jogar os Braids e Limbos da vida! Esses sim são mega fodas e eu não estava brincando quando perguntei se vc se referia a ELES como era de ouro, pois eu realmente considero que estamos na ERA DE OURO dos jogos Indie, tanto que eles estão melhores, mais divertidos e originais que os jogos "normais".

@Retrogamer "Não" Bitolado
Controle de Master System? Que nada, por aqui a gente joga aquele levíssimo controle de Nintendo 64 mesmo, rs... Brincadeira! :-)

@ElCumba
Eu tenho uma opinião um pouco diferente, mas eu respeito a sua. Entretanto, chamar uma pessoa de desinformada apenas por ela não ter a sua opinião não é a solução. Cuidado, os problemas em sociedade não se resolvem com insultos. Talvez você não consiga fazer a pessoa mudar o pensamento, mas argumentar sem ofender já é um grande passo.

Termino com uma magnífica citação do filósofo Nesbitt:

"O dia que empresa de videogame colocar comida na minha mesa, eu defendo com unhas e dentes."

Nesbitt é um gênio! Putz, estou até com vontade de chorar... MACHO NÃO CHORA, P*RRA! Macho não... chora... Isso aqui é suor! :-)

Abraço!

Gente, queria deixar uma coisa bem clara. Ao colocar as 10 razões, não quero dizer que não gosto do console (tanto do PS3 quanto do Wii). Só desejo mostrar que, ao mesmo tempo em que o aparelho tem defeitos, ele também tem qualidades, pois, medir prós e contras é uma questão de consciência quando se adquire algum produto.

Um motivo pode ser crucial prá um gamer e menos para outro, por exemplo, eu não ligo tanto para gráficos, logo a razão 1 para mim é insignificante. Entretanto, não há como negar que tal característica é inferior à dos concorrentes e que, se um jogador prioriza o visual em jogos, isto poderia desagradá-lo.

As razões foram construídas em cima do que tenho lido de reclamações feitas pelos próprios usuários da plataforma. Mas confesso que nenhuma delas me chateia profundamente, no caso do Wii somente a razão 7 me entristece. No caso do PS3, luzes amarelas da morte são imperdoáveis!

Abraço e obrigado pela visita, vocês todos têm meu apreço.

Conan

Recentemente os desenvolvedores de jogos pra ps3 declararam que não está valendo a pena desenvolver para o ps3.

Essa declaração é preocupante pra quem tem ps3, e pretende ter a nova geração do console da sony que deve sair la pra 2014 - 2015, grandes hardwares permitem grandes graficos, que requerem o que ??? muito e muito investimento, que torna o jogo o que ??? muito muito caro, o alto valor pode diminuir as vendas e fazer com que as desenvolvedores se afastem ainda mais do interesse de criar novos jogos, resumindo-se a remake de classicos.

Um representante da Microsoft declarou tambem recentemente que o preço na live não vai baixar por que existem muitos usuarios pagando o preço atual, pela lei de mercado, pra que mudar entao ?

Em resumo usuarios da Sony podem no futuro ficar com pouca variedade de titulos e os da Microsoft pagarão ainda mais caro por jogos de igual desempenho da concorrencia e que possuem o preço mais baixo, vide a Ps Store BR.

Boa Sorte pra nós!

Achei onde vc se enconde então, Sandro ? (rsrs)

Alguém mencionou sobre a quantidade de frames por segundo:
- ainda estou à ver alguém me mostrar um jogo 'next-generation' que tenha mais fps do que o jogo Ecco the Dolphin, rodado no próprio Sega Dreamcast...

Post muito bacana, definiu bem as razões negativas do console 'power-up' da Sony, e é necessário ter coragem para expôr idéias assim (ainda mais com a geração PREISTÉIXON se achando a dona da verdade..rsrs)

Existe como receber um 'aviso' de seus próximos post's ?

Simplismente ridículo e defasado estes posts.
Coisas de leigos no assunto.

O idiota em cima posto uma resposta 2 anos depois do topico ser lançado

Como ele mesmo disse no post rsrs hoje atualmente tem o playstation 4 e o controle chamado dual-shock 4 kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk estarei aqui prevendo o futuro playstation 5 dual-shock 5 rsrs em 2018 rs

No dual-shock 4 eles copiaram a telinha do controle do Wii U.

Putz O Cara Que Postou Essa Matéria e Um Fanboy Da Microsoft

Postar um comentário